Trypas-Coração

Bios

Tita Maravilha e Cigarra

Tita Maravilha é atriz, performer, cantora, dançarina, drag queen, palhaça, apresentadora e dj. Graduada em Artes cênicas pela Universidade de Brasília (Brasil). É parte integrante do grupo de teatro “Trazeiros de teatro caseiro” e do projeto musical “Rainhas do Babado”, onde canta anarcofunk e com quem lançou em 2018 o EP: “Sintomas de destruição”. Performer. Atua, desde 2007, em vários espectáculos relacionados com projetos e festivais dentro e fora da Universidade no Brasil. Estudou na Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2008. Em Lisboa faz parte da “SOMA”- Coletivo que une vários coletivos cidade para fazer festas-performance.
Artista Híbrida. Inventora de universos.

Ágatha Barbosa (a.k.a. Cigarra) é DJ, produtora e label manager. Cresceu na densa cena underground de São Paulo e participou na efervescência das suas festas e festivais assim como na formação original da conceituada Voodoohop. Há uma década explora sets únicos, e a partir desta experiência cria seus próprios casulos sonoros. Em 2016 lançou o EP Límbica e em 2018 Ato pela Tropical Twista Records, onde foi também manager e curadora expoente compilação feminina Hystereofônica, que conta com três volumes e mais de 60 mulheres envolvidas e agora acaba de se tornar um selo independente com um programa mensal na Rádio Quântica em Lisboa. Ágatha também expressa sua visão do mundo como artista e performer audiovisual tendo participado com trabalhos em festivais no Brasil, Portugal e Alemanha.
 

Próxima apresentação:
20, 21 e 22 de junho
copos às 19h e no intervalo
apresentação: 21h

https://www.facebook.com/events/404733823467094/

 

Rainhas do Babado - EP sintomas de destruição

Bruno Savedra

Emerson Pessoa