Dançar é a Minha Revolução #1

DANÇAR É A MINHA REVOLUÇÃO

Dançar é a Minha Revolução


"Dançar é a Minha Revolução” é um momento de partilha de processos performativos. Um manifesto de resistência e de elogio à experimentação artística. "Dançar é a Minha Revolução" propõe uma programação que valoriza o lugar da dança, performance e da pesquisa artística, propondo a presença de visões que se baseiam no valor fundamental da arte que é a liberdade.

Organização: ORG.I.A / Self-Mistake
Apoios: Junta de Freguesia de Arroios, Câmara Municipal de Lisboa.

 

Dançar é a Minha Revolução #1


24 de novembro de 2019
14h30>23h00 Latoaria, Lisboa (Escadas do Monte, 9)

 

Programa
14h30>15h30 – Manifestos: O que é emergente?  
15h30>20h – Performances
21h30 - Manifest de Tiago Vieira (estreia)

Performances:
Telma João Santos - Manifestos: O que é emergente?  
Silvana Ivaldi e Pedro Barreiro – Traumatheatre (30 min)
Tita Maravilha e Cigarra - Trypas-Corassão: Espetáculo em dois atos (60 min)
Andresa Soares – Combustão (20 min)
Mariana Barros - BrazilianStrip (15 min)
Banquete (Joana Martins, Júlio Cerdeira e Rúben Borges) – Ad Lucem (25min)
Carlota Lagido  - notforgetnotforgive (25 min)
Tiago Vieira - Manifest (Amar até às últimas consequências sempre, submissão nunca) (75 min)

 

Organização: Self-Mistake/ORG.I.A // Coordenação técnica: Carlos Ramos Apoio à produção: Marta Moreira e Ana Libório Apoio: [PI] Produções Independentes/Self-Mistake, Latoaria, Alkantara [PI] Produções Independentes é uma estrutura apoiada pela República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes ORG.I.A é apoiada pela Câmara Municipal de Lisboa

Trypa Coração de Tita Maravilha

Alípio Padilha

Tiago Vieira - Manifest

Alípio Padilha

Mariana Barros - BrazilianStrip

Alípio Padilha

Carlota Lagido  - notforgetnotforgive

Alípio Padilha