dança sem vergonha

Bios

David Marques

David Marques é licenciado pela Escola Superior de Dança de Lisboa e frequentou a formação ex.e.r.ce do Centre Chorégraphique National de Montpellier, dirigida por Mathilde Monnier, como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Começou a desenvolver o seu trabalho como coreógrafo em 2007 com o apoio da EIRA em Lisboa. Desde então, tem vindo a apresentar as suas peças em Portugal, Espanha, França,Bélgica, Ucrânia, Israel e Brasil.
Criou 'Motor de Busca', 'Future Plans', 'KIN' e 'Conquest', uma adaptação coreográfica de um solo de Deborah Hay, comissariado pela Fundação de Serralves. Com Ido Feder criou a trilogia 'Bête de Scène'/'Images de Bêtes'/'THE POWERS THAT B'. Com Tiago Cadete, criou 'Apagão', uma peça no escuro
(Festival Temps D'images e Festival Citemor). Em 2017 estreou na Culturgest, em Lisboa, a peça de grupo 'Ressaca', que foi nomeada para o Prémio Autores 'Melhor Coreografia' da Sociedade Portuguesa de Autores. Tem sido regularmente apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian para a criação e difusão dos seus projectos. Como intérprete destaca o trabalho com os coreógrafos Loic Touzé, David Wampach, Francisco Camacho, Filipa Francisco, Tiago Guedes, Lucie Tumova, Lígia Teixeira, Maya Levy&Anando Mars, Bosmat Nossan, com os encenadores Raquel Castro e Tiago Vieira e com Emily Wardill, artista visual. Acompanhou como olhar exterior projectos de Bruno Alexandre e Madeleine Fournier. Tem dirigido ateliers de composição coreográfica nomeadamente no Fórum Dança, em Lisboa, Jerusalem Academy of Music and Dance, no âmbito do projecto Dance Research (SIDance) em Seoul, Danslab em Bruxelas. É fundador da PARCA, plataforma de criação e difusão artística.
www.davidmarques.org

Diogo Brito

EVC 2018